Redes sociais, O Que Esperar Delas Daqui Para Frente?

04 May 2019 04:41
Tags

Back to list of posts

<h1>Grupo Globo Pro&iacute;be Seus Jornalistas De Curtir Pol&iacute;ticos Nas M&iacute;dias sociais</h1>

<p>O Grupo Globo divulgou, por esse domingo (1&ordm;.jul.2018), as diretrizes de que forma os jornalistas da organiza&ccedil;&atilde;o devem utilizar as m&iacute;dias sociais. As recomenda&ccedil;&otilde;es foram incorporadas aos princ&iacute;pios editoriais do grupo. Entre as diretrizes, est&aacute; a proibi&ccedil;&atilde;o pra jornalistas de curtirem publica&ccedil;&otilde;es em p&aacute;ginas de pol&iacute;ticos: “&eacute; permitido que o jornalista siga as suas p&aacute;ginas ou contas (no entanto n&atilde;o se deve curtir seus posts)”. Leia ao final deste texto a &iacute;ntegra das recentes diretrizes adicionadas aos princ&iacute;pios editorias do Grupo Globo.</p>

<p>O Como Se Alavancar Como Freelancer Nas Redes sociais do Conselho Editorial do grupo, Jo&atilde;o Roberto Marinho, explicou na carta que o intuito &eacute; fazer com que os jornalistas evitem tudo o que possa comprometer a percep&ccedil;&atilde;o de que fazem a profiss&atilde;o com isen&ccedil;&atilde;o e corre&ccedil;&atilde;o. “H&aacute; uma alta possibilidade de que tal conte&uacute;do se torne p&uacute;blico. E, no momento em que essa pessoa &eacute; um jornalista, a tua atividade p&uacute;blica acaba relacionada ao carro para o qual trabalha.</p>

<p>“Nas redes sociais, estes jornalistas necessitam se abster de expressar opini&otilde;es pol&iacute;ticas, alavancar e apoiar a partidos e candidaturas, proteger ideologias e tomar partido em quest&otilde;es controversas e pol&ecirc;micas que est&atilde;o sendo cobertas jornalisticamente pelo Grupo Globo. “Noticiar os dados a toda a hora em primeira m&atilde;o nos ve&iacute;culos pros quais trabalham. “O jornalista do Grupo Globo, sem exce&ccedil;&atilde;o, n&atilde;o pode, por &oacute;bvio, criticar colegas de tuas reda&ccedil;&otilde;es ou de reda&ccedil;&otilde;es de competidores nas redes sociais. O cr&iacute;tico acaba a toda a hora por se suprimir diante do p&uacute;blico”. 30 Clubes Brasileiros Com Mais Seguidores No Facebook /p&gt;
</p>
<p>Ningu&eacute;m discordar&aacute; de que o advento das redes sociais &eacute; um dos fen&ocirc;menos que definem o s&eacute;culo XXI. De uma forma in&eacute;dita pela hist&oacute;ria da humanidade, elas conectaram pessoas em grau planet&aacute;rio, permitindo a forma&ccedil;&atilde;o de comunidades, o compartilhamento de ideias, fatos e opini&otilde;es, a aproxima&ccedil;&atilde;o de pessoas que frequentemente nem ao menos se conhecem. &Eacute; alguma coisa bastante afirmativo e bem-vindo.</p>

<ol>
<li>Utilizar linguagem claro</li>
<li>7 - Preencha acertadamente o “Sobre” da p&aacute;gina</li>
<li>Transporte pessoas</li>
<li>2 Curso de Ci&ecirc;ncias Biom&eacute;dicas</li>
<li>1- Ovomaltine e a guerra entre Mc Donald’s e Bob’s nas m&iacute;dias sociais</li>
<li>Determine quanto tempo voc&ecirc; vai ter pra obter o prop&oacute;sito</li>
<li>Deixe-me dizer estar antenado com as tend&ecirc;ncias do momento</li>
</ol>

<p>Como tudo, todavia, logo descobrimos que elas t&ecirc;m tamb&eacute;m um lado sombrio: s&atilde;o capazes de ser usadas pra manipular grupos, disseminar boatos e mentiras com fins antidemocr&aacute;ticos e permitir que a intimidade das pessoas seja clandestinamente conhecida. Facebook E YouTube Ajudam A Oferecer Oficinas , mas, seus usu&aacute;rios se tornam ainda mais capazes de gerar anticorpos pra estes males. Pela balan&ccedil;a entre o bem e o mal, n&oacute;s achamos que o lado agrad&aacute;vel das redes sociais supera o lado mau, ainda que seja crucial ainda muito estudo e aten&ccedil;&atilde;o pra combater os estragos. Ganhar Likes E Seguidores Sem custo algum! , enfim, entusiastas do potencial afirmativo das m&iacute;dias sociais.</p>

<p>N&oacute;s, jornalistas, como todos os cidad&atilde;os, podemos fazer fra&ccedil;&atilde;o delas seja do ponto de vis&atilde;o pessoal ou profissional. Desejamos compartilhar impress&otilde;es, sentimentos, detalhes do nosso dia-a-dia, bem como utiliz&aacute;-las para fazer fontes, garimpar not&iacute;cias, encontrar tend&ecirc;ncias. N&atilde;o &eacute; novidade para nenhum da gente, contudo, que o jornalismo traz b&ocirc;nus e &ocirc;nus. O b&ocirc;nus &eacute; o prazer de exercer uma atividade fascinante cujo objetivo &uacute;ltimo &eacute; informar o p&uacute;blico, pra que possa escolher melhor como quer viver, como fazer livremente possibilidades, uma atividade que n&oacute;s, sem mod&eacute;stia, consideramos definitivamente nobre.</p>

<p>O &ocirc;nus &eacute; propriamente aquele que nos impomos pra poder fazer um excelente jornalismo: em resumo, tentar ao m&aacute;ximo nos despir de tudo aquilo que possa p&ocirc;r em indecis&atilde;o a nossa isen&ccedil;&atilde;o. Imagino que n&atilde;o &eacute; necess&aacute;rio, entretanto dou neste local um ou 2 exemplos. As redes sociais nos imp&otilde;em assim como v&aacute;rias restri&ccedil;&otilde;es. Diferentemente das outras pessoas, sabemos que n&atilde;o podemos atuar nelas desconsiderando o caso de que somos jornalistas e de que temos que agir de tal modo que nossa isen&ccedil;&atilde;o n&atilde;o seja questionada.</p>

<p>Estas recomenda&ccedil;&otilde;es sobre o assunto como carecemos nos comportar nas redes n&atilde;o t&ecirc;m nada de idiossincr&aacute;tico ou exclusivo. Na realidade, est&atilde;o rigorosamente em linha com o que praticam os mais prestigiados autom&oacute;veis jornal&iacute;sticos do universo, como The New York Times e BBC, para mencionar s&oacute; dois de dezenas de exemplos. &Eacute; fundamental que todos leiamos com aten&ccedil;&atilde;o essas diretrizes e as sigamos com o rigor que nos caracteriza em nossas atividades profissionais.</p>

<p>Dito isto, a Se&ccedil;&atilde;o II de nossos Princ&iacute;pios Editoriais ter&aacute; um novo produto, de n&uacute;mero 5, apresentado ao encerramento dessa carta. Tenho absoluta convic&ccedil;&atilde;o de que todos n&oacute;s entenderemos as raz&otilde;es destas diretrizes mais detalhadas e as seguiremos. Agrade&ccedil;o pela aten&ccedil;&atilde;o e disponibilizo a seguir o texto que ser&aacute; acrescentado, a partir de hoje, aos nossos Princ&iacute;pios Editoriais.</p>

social-network-media-avatars-ss-1920.jpg

<p>O Grupo Globo considera que toda rede social &eacute; potencialmente p&uacute;blica. Mesmo que algu&eacute;m permita o acesso ao que nela diz ou publica a s&oacute; um grupo de pessoas, h&aacute; uma alta suposi&ccedil;&atilde;o de que tal conte&uacute;do se torne p&uacute;blico. E, no momento em que essa pessoa &eacute; um jornalista, a sua atividade p&uacute;blica acaba relacionada ao autom&oacute;vel pro qual trabalha.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License